3 Comments

  1. Avatar Eduardo Gomes
    14/06/2019 @ 08:36

    Querida Prof. Maíra Zapater.

    A “máquina” do Estado nazista assassinou especificamente quase 7 milhões de judeus.
    Os subordinados não consideraram o dom supremo maior do ser humano: a vida.
    Hannah Arendt, escritora judia, tem o mesmo posicionamento que a doutora. E
    No livro Mein Kempf, A. Hitler, praticamente expõe o “embrião” da destruição dos judeus. Não especificamente por causa da religião. Mas por causa da raça.
    A doutora deu uma indicação de vídeo.Sugiro um vídeo da palestra da oab Referente ao tema abordado neste artigo:
    https://www.youtube.com/watch?v=gVl1o2cZPVs e https://www.youtube.com/watch?v=qhTbMiCajEc
    Admiro muito a Professora. Assisto todos seus vídeos.
    Agradeço a atenção.
    Eduardo Gomes

    Reply

  2. Hitler, quem foi? - Biografia, política, nazismo, guerras mundiais e morte
    14/08/2020 @ 09:17

    […] Fonte: Observatório […]

    Reply

  3. Professor de Direito que compara feminismo ao nazismo está a ser julgado por violência doméstica – Best Current Affairs
    24/09/2020 @ 11:43

    […] O nazismo e as raízes dos Direitos Humanos na … Por outro lado, não são poucas as críticas feitas até hoje à resposta dada pela comunidade internacional ao nazismo: afinal, o Holocausto não foi o único genocídio da História recente (a exemplo do extermínio de armênios e gregos pelos turcos otomanos em 1915, ou da colonização da África e da Ásia até os anos 1970 – episódios que jamais foram objeto da mesma atenção dos … […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *