3 Comments

  1. Adriana
    21 de junho de 2016 @ 20:43

    E como não comentar o brilhante texto escrito por Márcia Moussallem, nos traz a reflexão do mundo machista, patriarcal ao qual vivemos expostas todos os dias. Vivemos para preencher as estatísticas mais cruéis. Sofremos múltiplas violências diariamente e por conta da jornada tripla somos ainda crucificadas por outras tantas mulheres que aprenderam através da criação e do estado patriarcal a também externalizarem seus machimo.
    Talvez seja a hora das mulheres refletirem e se encontrarem pertencentes a um grupo extremamente grande e que sofre com as mazelas desta sociedade que a culpabiliza por tudo.
    Adriana Furlaneti.

    Reply

  2. Brasil: Nada a comemorar! - Observatório do Terceiro Setor
    3 de julho de 2018 @ 17:29

    […] 2016 escrevi o artigo “A cultura cruel dos Adãos e a resistência das Evas”. Na ocasião fui bombardeada de críticas extremante agressivas por parte de um número […]

    Reply

  3. Teresmar Rodrigues
    14 de agosto de 2018 @ 12:30

    Oi Márcia Moussallem, tive o privilégio de estudar Serviço Social com você. Admiro muito sua capacidade, inteligência, sabedoria e a maneira como se expressa em relação ao Terceiro Setor.
    Gostaria de saber como adquiro seus livros e ter um autógrafo dessa pessoa maravilhosa e sempre de bem com a vida que é você. Abraços

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *