2 Comments

  1. Avatar Geni Oliveira
    16 de abril de 2019 @ 18:01

    E após a descoberta, muitas amílias …???
    fazendo a perpetuação da dor, obrigando a vítima conviver com o algoz, tudo em nome da preservação da união da “família”??

    Reply

  2. Avatar Janete
    18 de abril de 2019 @ 17:46

    Minha neta tem 5 anos a mãe fugiu com o suposto abusador por estrupo vulnerável para moraremover juntos em Ribeiro preto meu filho está brigando na justiça pela guarda da criança e até agora nada resolvido estamos com medo dela fazer algo pior nela nos ajude por favor.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *