32 Comments

  1. Avatar Clóvis Deboer
    22 de maio de 2019 @ 14:50

    Gostaria de ser um novo voluntário nessa pesquisa lesão medular t12 t11 completa 2 anos

    Reply

    • Avatar Laura Aparecida Rodrigues
      1 de junho de 2019 @ 10:20

      Olá tem sou Paraplégico gostaria de poder ter essa experiência tenho Para paresia Espastica Tropical ah mais de trinta anos .

      Reply

  2. Avatar Clovis Deboer
    22 de maio de 2019 @ 15:00

    Gostaria de participar da pesquisa, tenho paraplegia , t11, t12. Traumatismo raquimedular.

    Reply

  3. Avatar Carlos a fantusco
    22 de maio de 2019 @ 16:11

    Tb gostaria dw ser voluntário de uma prsquisa dessas, minha lesao e incompleta em T6 ate S1

    Reply

  4. Avatar Lukas Rigmor Mathias Nunes do vale
    22 de maio de 2019 @ 23:04

    Meu filho , Lukas Rigmor foi baleado no dia 19 de dezembro de 2018 . Por bala perdida, ele fez agora no dia 15 de maio 17 anos.
    Ficou paraplégico, afetou a T 12.
    Nunca vamos perder as esperanças .
    Peço a Deus todos os dias a recuperação completa. Peço a Deus e a vcs para ele poder ser voluntário .Enquanto eu tiver vida Nao vou desistir

    Reply

  5. Avatar Arck Vasconcelos
    24 de maio de 2019 @ 18:21

    Em 2009 sofri um acidente de carro tive lesão completa..t7 e t8
    Tenho 35 anos e gostaria de participar de uma experiência como essa.

    Reply

  6. Avatar Magi Ritter Soares
    26 de maio de 2019 @ 21:02

    Estou encantada que maravilha, estou fazendo curso na área da neurociência na área da educação, sobre aprendizagem gostaria de me aprofundar.

    Reply

  7. Avatar Vitor Roberto Fleck
    27 de maio de 2019 @ 03:22

    Também gostaria de ser voluntário, sou eme-plegico, sofri traumatismo cranio- encefálico grave, tem jeito?

    Reply

  8. Avatar Larissa Rocha Da Silva
    31 de maio de 2019 @ 03:58

    Eu dou paraplégica desde fevereiro de 2009,e tive inúmeros problemas por causa da paraplegia…só trombose (TVP)tive 5 vezes…ao todo já foram 16 cirurgias, e vcs não imagine qanto eu tenho sofrido ao longo desses 10…qeria tanto sentir minhas necessidades fisiológicas de novo ??sentir minhas partes íntimas ?vivo tendo infecções urinária,por causa da sonda,mesmo q eu não voltasse à andar…qeria pelo ao menos melhorar uns 30 à 50 %

    Reply

  9. Avatar Regiane Athayde
    31 de maio de 2019 @ 17:04

    uhuuuuu! Maravilha de notícia!!!
    Parabéns prof. Nicolelis,grande conquista!!
    Sou voluntaria viu…

    Reply

  10. Avatar Lourdes Maria de Fátima Couto Souza
    31 de maio de 2019 @ 18:34

    Meu Filho sofreu acidente e está paraplégico lesão medular T2 e T3 gostaria muito que ele fosse voluntário sei que hoje e TD muito caro mas não vou desistir.

    Reply

  11. "Balbúrdia": O cientista brasileiro Miguel Nicolelis liderou pesquisa que ajudou dois pacientes a caminharem de novo - xapuri.info
    31 de maio de 2019 @ 22:50

    […] Por: Isabela Alves/observatorio3setor. […]

    Reply

  12. Avatar Laura Aparecida Rodrigues
    1 de junho de 2019 @ 10:15

    Eu tbm gostaria 24 anos em uma cadeira de rodas , seria meu sonho a voltar caminhar.

    Reply

  13. Neurocientista brasileiro faz paraplégicos voltarem a caminhar – Brasdangola Blogue
    1 de junho de 2019 @ 10:24

    […] Fonte: Neurocientista brasileiro faz paraplégicos voltarem a caminhar […]

    Reply

  14. Avatar Aparecida Evangelista Silva
    1 de junho de 2019 @ 17:49

    Seria enternamemte grata se minha filha que tem 7 anos for volutaria deste progento ou outros também como amor minha princesa ela é paraplégica

    Reply

  15. Avatar Samuel Ricardo Volani
    2 de junho de 2019 @ 14:42

    Gostaria de participar da experiencia , em 1996 sofri um acidente e tive um TCE, como sequela tenho espasticidade severa não falo e não ando foi preservada a cognição . Me chame por favor

    Reply

  16. Avatar Alberto
    2 de junho de 2019 @ 17:34

    Fantástico! Que todas as pessoas necessitadas tenham acesso a essa tecnologia.

    Reply

  17. Avatar Meg
    2 de junho de 2019 @ 20:48

    Creio que haverá uma revolução fantástica na área neurológica ? unida a causa Autonomia… MOBILIDADE .
    FORTÍSSIMA INTUIÇÃO de ENERGIAS compactuando para com que as forças se unam, e reúnam …
    Algo redirecionado muito forte UNIDO profissionais das Ciências… cada vez mais HUMANAS!
    Quem, nos anos 70, poderia imaginar computadores domésticos acessíveis?
    BELÍSSIMO casamento de AUTONOMIAS NEURAIS E MOBILIDADES ???

    Reply

  18. Avatar Wanessa Alves
    3 de junho de 2019 @ 15:42

    Oi gostaria muito de ser voluntária! Tive mielite transversa e vai fazer 11 meses que estou sem os movimentos da cintura pra baixo.Minha lesão foi na t10 t11. Queria muito voltar a minha vida normal!

    Reply

  19. Avatar Wellington Honório Rincon
    3 de junho de 2019 @ 17:12

    Gostaria de ser um voluntário na nova pesquisa sou tetapregico a 4 anos cervical 3-4-5 e atingiu 80% da medula espinhal

    Reply

  20. Avatar Lenir da silva ferreira
    4 de junho de 2019 @ 23:11

    Meu Deus isso é tudo de bom, gostaria de ser voluntária tbm tenho 54 anos sofri um acidente. Em 2011..T3 ET4. Sofro muitas dores …

    Reply

  21. Avatar Mirko Antonio Silva
    14 de junho de 2019 @ 20:13

    Sou cadeirante a 2 anos com lesão na T12 é L1, tambe6me ofereço para testes!

    Reply

  22. Avatar Larissa Rusch
    15 de junho de 2019 @ 07:15

    Bom dia, meu pai sofreilu um acidente há quatro anos e desde então está paraplégico, nosso sonho e principalmente o dele é vol6ar a andar, ele trm 61 anos, gostaríamos de ser voluntários nesta pesquisa.

    Reply

  23. Avatar Lindomar
    15 de junho de 2019 @ 11:47

    Tive um tumor medular que atrofiou a medula com a pressão fiquei paraplégico depois com a discompresao fiquei com paraparesia espástica gostaria de ter mais qualidade de vida

    Reply

  24. Avatar Fernanda Beza
    15 de junho de 2019 @ 16:15

    Meu irmão tem 53 anos e há 16 anos sofreu acidente automobilístico e ficou tetraplégico ,lesão parcial medular C4 e C5 . Ele ficou super interessado em participar como voluntário desta pesquisa revolucionaria q poderá oferecer novas opções de tratamento . Desde já agradecemos!!

    Reply

  25. Avatar Carlos Eduardo de Almeida Menezes
    15 de junho de 2019 @ 18:49

    Gostaria muito de ser voluntário dessa pesquisa!
    Sofri acidente de carro que atingiu a C4 e C6 há 5 anos, tenho 26, e sou tetraplégico incompleto! Estou na luta… fisio, hidro… academia… e tenho alguns movimentos graças a Deus, mas gostaria de poder melhorar mais… me livrar da sonda, espaticidades, e o principal… quero me movimentar mais… minhas mãos e pernas e finalmente andar!

    Reply

  26. Avatar Lilian Kyara Alves Diniz
    16 de junho de 2019 @ 00:19

    Eu gostaria muito de ser voluntária nessas pesquisas,levei um tiro e o projétil da bala atingiu a T11 e a T12,ainda está na minha coluna e sofro terríveis dores!Me ajudem!…

    Reply

  27. Avatar Jefsom
    16 de junho de 2019 @ 12:18

    Sou lesado medular, a 3 anos por conta de um mau geito na coluna que acabou quebrando o disco e encostou na medula desde então sou cadeirante . Minha lesão é incompleta no nível t7 t8. Gostaria muito de fazer parte da pesquisa. Tenho muitas dores neuropatica é isso acaba comigo.

    Reply

  28. Avatar Marli Moraes
    16 de junho de 2019 @ 13:48

    Deve estar sendo testado em macacos do biotério dele…

    Reply

  29. Avatar Katia RR
    17 de junho de 2019 @ 00:38

    Parabéns ao cientista! Orgulho de ser brasileira!

    Reply

  30. Avatar Renato
    17 de junho de 2019 @ 03:08

    Pessoal, aqui é um site que meramente exibe o resultado de uma pesquisa, muito provavelmente o autor da pesquisa até desconhece a existência desse conteúdo.

    No site original, onde a pesquisa foi publicada, há um formulário de contato, que TALVEZ vá direto para o autor (nicolelis), não sei se ele recebe o conteúdo desse formulário e tampouco se irá responder, porém, acredito que haja mais chances de vcs conseguirem ser ouvidos.

    Segue o link:
    https://www.nature.com/articles/srep30383/email/correspondent/c1/new

    Reply

  31. Avatar Dalva Avelino
    22 de julho de 2019 @ 12:08

    Como entrar em contato com esta equipe de neurocientistas?

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *