9 Comments

  1. Avatar Ana Maria Bernardelli
    02/10/2019 @ 09:29

    No entanto, parlamentares vivem em casas e apartamentos luxuosos, pagos com o dinheiro do povo!
    Não precisa pensar muito. Se as mordomias dos políticos fossem cortadas, haveria dinheiro. Dinheiro para saúde, educação, saneamento, segurança. Mas, não! A ganância, o descaso com o povo, a politicagem e seus dividendos fraudulentos, lesam a população brasileira. Triste realidade a nossa. Um povo que tem somente a si próprio como salvação e sobrevivência.

    Reply

  2. Avatar Emilio Romero
    12/01/2020 @ 05:39

    Excelente portal de noticias culturais e sociais. Gostaria de receber qq. reportagem sobe literatura.Cordialmente

    Reply

  3. Avatar Neuza
    12/01/2020 @ 14:16

    E essa foto de ilustração é de quem? Não lembro de ver nenhuma fotografia de Castro Alves — e a qualidade dessa não parece ser condizente com o que era possível na época.

    Reply

    • Avatar Joao barradas
      18/01/2020 @ 00:27

      Santa ingenuidade!

      Reply

  4. Avatar Carmen
    12/01/2020 @ 16:11

    Esta foto não é do verdadeiro Castro Alves e trata-se de imagem de filme inspirtado em sua vida.

    Reply

    • Avatar Floris
      14/01/2020 @ 19:36

      porque? todas as fotos de de escritores ou artistas negros, sao embranquiçadas e com o cabeloliso!kkkkkk

      Reply

  5. Avatar Caceteiro.
    12/01/2020 @ 17:34

    Os poderosos continuam suas locupletações nababescas e sempre MENTINDO e o POVO continua oprimido EXPLORADO e MORRENDO. Frase imortal de CARLOS MAGNO ” O LIBERTADOR “.

    Reply

  6. Castro Alves: o poeta que lutou contra a escravidão – Human Rights Contents
    14/01/2020 @ 12:13

    […] Desde muito jovem, Castro Alves lutava contra a escravidão no Brasil e expressava em suas poesias a indignação aos graves problemas sociais de seu tempo. Antônio Frederico de Castro Alves nasceu em Curralinho no dia 14 de março de 1847 na fazenda Cabaceiras, hoje cidade de Cabaceiras do Paraguaçu – Bahia. Era filho de Antônio José Alves e Clélia Brasília Castro, que faleceu em 1859. A matéria é do Observatório do Terceiro Setor. Continue lendo… […]

    Reply

  7. Avatar Lucia Caetano
    15/01/2020 @ 19:28

    Já vi falar em castro Alves fez passagem muito novo mas graças a Deus teve abolição parabéns para ele onde estiver salve Castro Alves

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *