5 Comments

  1. Avatar Hamilton Bomfim Silva
    02/02/2018 @ 23:00

    Ainda batem panela.

    Reply

  2. ‘A hanseníase salvou minha vida’: por causa da doença, consegui fugir de um pai abusador – Curtis Ryals Reports
    13/12/2019 @ 03:09

    […] sofrem com a estigmatização e o preconceito. Até 1986, por exemplo, o Brasil aprisionava os infectados em ‘leprosários‘ para separá-los do resto da […]

    Reply

  3. Agência Abraço – Comunicação Comunitária » ‘A hanseníase salvou minha vida’: por causa da doença, consegui fugir de um pai abusador
    13/12/2019 @ 11:42

    […] hoje os infectados sofrem com a estigmatização e o preconceito. Até 1986, por exemplo, o Brasil aprisionava os infectados em ‘leprosários‘ para separá-los do resto da população e ‘evitar’ […]

    Reply

  4. ‘A hanseníase salvou minha vida’: por causa da doença, consegui fugir de um pai abusador | Ponto E
    13/12/2019 @ 14:01

    […] hoje os infectados sofrem com a estigmatização e o preconceito. Até 1986, por exemplo, o Brasil aprisionava os infectados em ‘leprosários‘ para separá-los do resto da população e ‘evitar’ […]

    Reply

  5. ‘A hanseníase salvou minha vida’: por causa da doença, consegui fugir de um pai abusador – Anapolino Online
    13/12/2019 @ 18:13

    […] hoje os infectados sofrem com a estigmatização e o preconceito. Até 1986, por exemplo, o Brasil aprisionava os infectados em ‘leprosários‘ para separá-los do resto da população e ‘evitar’ […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *