Política na Finlândia faz com que população de rua caia para 0,08%

Compartilhar

A Finlândia agora se tornou o único país da União Europeia onde o número de pessoas em situação de rua está diminuindo

Imagem: Divulgação

Por: Isabela Alves

Por meio da política ‘Housing First‘ (Habitação em Primeiro Lugar, em tradução livre), a Finlândia agora se tornou o único país da União Europeia onde o número de pessoas em situação de rua está diminuindo. 

A política, implantada em 2007, reduziu a falta de moradia no país em 40%. Isso faz com que o país esteja perto de não ter mais ninguém nesta situação de vulnerabilidade. 

Vale reforçar que a Finlândia possui cerca de 5,5 milhões de habitantes, sendo que apenas 0,08% da população está atualmente sem teto.

Antes desta política, o governo havia feito abrigos de curta duração. No entanto, essa iniciativa não ajudou a população que sofre com a falta de moradia no longo prazo.

Muitos que estavam morando nas ruas não conseguiam encontrar empregos, porque precisavam de uma residência permanente. Ainda, muitas pessoas passaram a se abrigar em barracas no centro da capital por conta da falta de dinheiro. 

O atual governo se comprometeu a reduzir pela metade o número de pessoas sem-teto até 2023 e acabar totalmente com essa situação até 2027.

Com o programa, além das pessoas terem acesso a uma moradia, o Governo fez com que elas reatassem seus relacionamentos com as pessoas de sua confiança para que elas recuperassem a sua autoestima. O programa ainda dá apoio psicológico e físico para aqueles que precisam de cuidados. 

A Finlândia teve que investir muito dinheiro para a recuperação destas pessoas. Apartamentos foram comprados no mercado privado, novos edifícios foram construídos e edifícios antigos foram reaproveitados e renovados. Além disso, foi necessário capacitar diversas equipes para ajudar essa população. 

Fonte: Hypeness


Compartilhar