Mídias Alternativas

Mídias Alternativas
Observatório na Trianon

 
 
00:00 / 1:01:45
 
1X
 

De acordo com dados do relatório ‘Global Digital 2019?, 140 milhões de brasileiros são ativos nas redes sociais, o que corresponde a 66% da população brasileira. A pesquisa também revela que a mídia social favorita entre os brasileiros é o Youtube (95%). Em seguida, vêm o Facebook (90%) e o WhatsApp (89%).

Com as mídias sociais, a produção e distribuição de conteúdo tornou-se mais simples e acessível, e houve uma série de mudanças sociais. Um exemplo disso é o surgimento de novas mídias e novos formatos de produção jornalística.

Para tratar do surgimento e consolidação de mídias alternativas na internet, recebemos, no nosso programa de rádio desta terça-feira (16/07), Maria Teresa Cruz, repórter e editora da Ponte Jornalismo, que atua também como educadora na Escola de Notícias, projeto social do Campo Limpo, zona sul de São Paulo (SP); Rafael Bruza, jornalista e editor-fundador do Independente Jornalismo; e Rafael Vilela, fotógrafo e um dos fundadores do Mídia Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação).

O programa também contou com as participações da jornalista Bruna Ribeiro, com sua coluna sobre infância, juventude e diversidade, e Franklin Valverde, nosso colunista de cultura.

A apresentação foi dos jornalistas Joel Scala e Maria Fernanda Garcia.