8 comentários

  1. 47 mil crianças no Brasil vivem em instituições de acolhimento
    05/07/2019 @ 13:23

    […] Para ler a primeira reportagem da série sobre crianças em situação de acolhimento e adoção, acesse Adoção no Brasil: a busca por crianças que não existem. […]

    Reply

  2. Como o apadrinhamento afetivo pode mudar a vida de uma criança
    12/07/2019 @ 15:20

    […] Para ler a primeira reportagem, acesse: Adoção no Brasil: A busca por crianças que não existem […]

    Reply

  3. Adoção Tardia: quando não se define idade para amar
    19/07/2019 @ 15:58

    […] Brasil, a fila para quem deseja adotar uma criança é composta por 46,2 mil pretendentes. Deste total, 93,2% não aceitam adotar crianças maiores de 8 anos. O problema é que 62,9% das […]

    Reply

  4. A vida depois dos 18: os desafios enfrentados por quem viveu em abrigos
    30/07/2019 @ 11:24

    […] Para ler a primeira, acesse: Adoção no Brasil: A busca por crianças que não existem […]

    Reply

  5. Avatar Mello
    06/09/2019 @ 15:45

    A burocracia esta relacionada a morosidade da justiça, bem como a insistência em integrar a criança na família de origem. Conclusão: depois de várias tentativas de integração com o passar dos anos a criança já é um adolescente e consequentemente suas chances de ter uma família adotiva são reduzidas. Uma situação é adotar uma criança outra completamente diferente é adotar um adolescente.

    Reply

  6. Avatar Sandra Cristina veronez
    20/09/2019 @ 13:48

    Muito bom saber que tem muitas crianças precisando de ajuda

    Reply

  7. Avatar Sandra Cristina veronez
    20/09/2019 @ 13:48

    Quero saber com fazer pra adotar uma criança não importa a idade

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *