2 Comments

  1. Avatar Márcio Oyama
    19/07/2019 @ 12:51

    Olá, boa tarde. Foi um grande prazer participar da reportagem e contar minha história com o Jhow. Obrigado pela oportunidade! Só gostaria de fazer uma breve correção: eu não trabalhava na área de comunicação do abrigo (nem existia isso), era apenas um voluntário. E como voluntário fiquei sabendo do programa do Instituto Fazendo História. Acho importante destacar isso porque, até onde eu sei, funcionários das casas parceiras do IFH não podem participar do apadrinhamento. Grande abraço!

    Reply

    • Avatar Redação
      22/07/2019 @ 12:37

      Boa tarde, Márcio!
      Muito obrigada! Vamos fazer as correções.
      Um abraço.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *