A democracia brasileira

A democracia brasileira
O Olhar da Cidadania

 
 
00:00 / 53:18
 
1X
 

Em seu livro ‘Raízes do Brasil‘ (1995), Sérgio Buarque de Holanda traz a seguinte consideração: “A democracia no Brasil sempre foi um lamentável mal-entendido”.

De acordo com um levantamento realizado em 2018 pelo instituto chileno Latinobarómetro, o Brasil tem o segundo pior índice da América Latina em relação ao respeito da população pela democracia.

Segundo o levantamento, apenas 34% dos brasileiros preferem a democracia a qualquer outra forma de governo. O índice só é menor na Guatemala e em El Salvador (com 28%). 4 em cada 10 brasileiros (41%) entrevistados pelo Latinobarómetro disseram que tanto faz se o regime em vigor no país for democrático ou não.

Dos 18 países contemplados na pesquisa, o Brasil é o terceiro entre os que se dizem mais indiferentes. Apesar disso, apenas uma minoria dos entrevistados (14%) brasileiros falaram abertamente em preferência por regimes autoritários.

O Brasil também está entre os líderes do ranking dos países latino-americanos em que a maioria da população acredita estar sob um regime democrático com “grandes problemas” (65%). Em relação à satisfação com a democracia, o Brasil é o que aparece em último lugar, com 9% dos cidadãos que se dizem pouco satisfeitos com o regime democrático. Em 2010, esse número era de 49%.

Para falar sobre a democracia e a sociedade brasileira, no Olhar da Cidadania do dia 18 de setembro, recebemos Fraya Frehse, professora livre-docente em Sociologia da Cidade, do Espaço e da Vida Cotidiana do Departamento de Sociologia da USP, “alumna” da Alexander von Humboldt Foundation e bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq; e Pedro Kelson, membro da secretaria executiva do Pacto pela Democracia e especialista em Ética e Cultura de Paz pela Palas Athena.

Entre os assuntos abordados estão: o cenário atual da democracia, cultura democrática, protestos contra o regime democrático, conservadorismo na democracia, espaço público versus espaços de consumo, despolitização da sociedade, inclusão de pessoas de baixa renda no debate democrático, raízes históricas e o papel da construção social, e a sensibilização de quem está fora da discussão.

O programa também contou com a participação dos colunistas Christian Dunker, psicanalista e professor titular da USP, que falou sobre a intolerância e a culpabilização do “outro”; e Marcos Perez, professor da Faculdade de Direito da USP, que falou sobre a Democracia Digital e as dificuldades do direito em atuar nesta esfera.

O programa foi apresentado pelo jornalista Joel Scala.

Olhar da Cidadania na Rádio USP

Todas as quartas-feiras, às 17h

Reprise todas as sextas-feiras, às 2h30

São Paulo: 93,7 FM

Ribeirão Preto: 107,9 FM