Brasil possui 3.651 pontos vulneráveis à exploração sexual em rodovias

Compartilhar

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Childhood Brasil fizeram um levantamento de Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias federais brasileiras. Objetivo do mapeamento é combater esse tipo de crime

Imagem ilustrativa

Por: Isabela Alves

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em parceria com a Childhood Brasil, lançou a 8ª edição do MAPEAR, levantamento que aponta os Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias federais brasileiras. 

Entre 2019 e 2020, foram encontrados 3.651 pontos vulneráveis nas rodovias federais, sendo que 470 foram classificados como críticos. 60% destes locais estavam localizados em áreas urbanas, sendo que quase a metade deles foram postos de combustível às margens de rodovias. 

As regiões com maior número de pontos vulneráveis são Nordeste (1.079), Sul (896), Sudeste (710), Centro-Oeste (531) e Norte (435). A maior incidência ocorreu no Paraná, seguido de Minas Gerais, Bahia, Goiás e Rio Grande do Sul. 

A BR-116, conhecida também por ser a maior rodovia federal do Brasil, é a que possui o maior número de pontos críticos.

Com o mapeamento dos pontos vulneráveis, é possível organizar ações de combate cada vez mais eficientes aos exploradores, assim como o resgate destas crianças e adolescentes. 

Para ter acesso ao relatório completo, acesse: namaocerta.org.br/pdf/mapear2019_2020.pdf


Compartilhar